Loading...

domingo, 11 de novembro de 2012

Passa, e não!!!

Há dias que eu não consigo dormir
Há dias que não consigo estudar
Nem minha música consegue acabar com o incomodo que sinto
Não sei bem o que é,como é,não sei explicar
Mas nesses dias eu penso e me lembro de tantas coisas boas
Que me dá a impressão que foram vividas  noutra vida,bem distante...
É muito difícil se acostumar com uma vida onde todos os dias tenho que me lembrar de motivos pra viver,tenho que me lembrar que outras pessoas dependem de mim,não posso mais viver e viver e só
Vou buscando saídas experimentando fragmentos de realidades que antes me faziam feliz e realizado,e as vezes poucas vezes experimento um pouco de felicidade sincera como eu costumava ter todos os dias,independente do cansaço.
Nos dias que eu tenho o motivo maior da minha vida próximo de mim fico feliz,mas logo ele se vai e todas as vezes é como se fosse pra sempre,como quem tem uma parte do corpo arrancada,a melhor parte,a que me deixa orgulhoso(acho que eu escondo bem,mas é a única parte que eu realmente me orgulho da minha vida)
E depois eu fico aqui sem conseguir fazer nada,nem dormir,e penso em muitas coisas,nos amigos que tive e hoje nem sei o que andam fazendo,alguns perto de casa e longe do coração e outros fora da cidade e até do estado,e me sinto sozinho como se todos que já confiei agora estivessem longe ou se tornaram estranhos,e fico pensando nos novos amigos,qual será o prazo de validade dessas amizades,quando nós tomaremos rumos diferentes.
Conto as horas pro dia chegar, e as vezes conto os dias pro Ano acabar.
Quando ele irá crescer?
Será que ele vai me escolher?
Centenas de letras expressando idéias que me atormentam a vida fazendo meus dias felizes terminarem de uma forma cruel

Lifeless hoje lifeless...

Nenhum comentário:

Postar um comentário